Lendas e superstições                                    Voltar à página anterior

Alimentos

1º - Quando se ferve o leite no lume e aquele que se entorna, é costume colocarem-se algumas pitadas de sal nas brasas, a fim de se evitar que a vaca de quem foi tirado fique com feridas no amojo.

2º - Comer muito queijo tira a memória

3º - Ao amassar do pão, a padeira desenha 3 cruzes na massa e reza:
Deus te abençoe,
Deus te faça pão,
Deus te dê a sua bênção

E cresças.

4º - O lar do pão nunca deve estar voltado para cima, porque traz azar.

5º - Quando o pão cai no chão, deve ser beijado por quem o deixou caír, porque está lá Nosso Senhor.

6º - A alimentação diária do lavrador tem as seguintes designações: o mata-bicho, pela manhã; o almoço pelas nove horas da manhã; o jantar pelo meio-dia; a merenda à tarde; a ceia ao anoitecer.

 

Animais

1º - Os lagartos são amigos dos homens e as cobras das mulheres

2º - Matar um gato preto dá sete anos de azar

3º - Não se devem matar aranhiços pequenos, porque são sinal de dinheiro

4º - Quando um cão uiva é sinal de morte próxima

5º - Quando alguém é mordido por um lacrau, ficará sem dores se utilizar na ferida sangue de mulher menstruada

6º - Quando a coruja "canta" sobre o telhado das habitações, é sinal de morte próxima.

7º - Para se fazerem saír os bichos da casa, queimam-se trapos velhos.

8º - Quando as andorinhas andam rasteiras é sinal de chuva.

9º - Quem, pela manhã bem cedo, ouvir cantar o cuco, não morre nesse ano.

10º - Para se tratar a servilhera, que é uma crosta branca dos burros, esfrega-se-lhe a língua com sal e vinagre.

11º - O cheiro de roupas velhas queimadas afugenta as cobras chocas.

12º - Quando se mata uma ave (ex-galinha), e ela custa a morrer, é porque alguém está com pena dela.

13º - A língua do cão é benta. Quando Lázaro andava com lepra, foi pedir à porta de um rico e este não lhe deu esmola, açolando-lhe os cães; então os cães em vez de morderem em Lázaro, lamberam-no

14º - Quando as galinhas se espiolharem é sinal de chuva.

 

Bruxas

1º - A criança que chorar três vezes no ventre da mãe ficará fadada com poderes sobrenaturais e poderá ser adivinho, benzilhão ou bruxa.

2º - Quando se passa por alguém que se julgue com poderes de bruxaria, devem cruzar-se os dedos indicador e médio.

3º - Se chove e faz sol estão as bruxas a pentear-se.

4º - Depois da meia-noite é perigoso passar por um cruzamento: é lugar de encontro de bruxas e lobisomens.

5º Para fazer fugir uma bruxa cruzam-se os dedos de uma das mãos e diz-se:
-Tu és ferro
Eu sou aço
Tu és o diabo
E eu te embaço.

6º - Nas encruzilhadas, os cruzeiros e as cruzes afugentam os demónios, as bruxas e outras assombrações

Voltar à página anterior