Voltar à página principal

Lamosa 

              



 


 


 

 

Situada num planalto da serra da Lapa, no extremo do concelho, nas fronteiras com terras de Satão e Moimenta da Beira. Dista doze quilómetros da vila de Sernancelhe.

  

    Lamosa foi um curato da apresentação do reitor de Cárquere ou, segundo a "Estatística Paroquial" de 1862, da Universidade de Coimbra.

    Pertenceu ao concelho de Caria, extinto em 24 de Outubro de 1855.

  

    Em tempos remotos, Lamosa foi uma quinta do Convento de Nossa Senhora de Cárquere. Como não tinha igreja nem era freguesia, os seus mortos eram sepultados em Cárquere.

    As rendas passaram para os jesuítas de Coimbra em 1561. Estes criaram e desenvolveram a freguesia, que reverteu para a Universidade, no século XVIII, quando da expulsão da companhia.

  

    Entre a freguesia de Ariz (Moimenta da Beira) e esta, no ribeiro que as separa, há uma ponte de cantaria, construída também pelos padres jesuítas, que assim facilitaram as comunicações com a Lapa.
Fonte do texto: CM Sernancelhe

 Voltar à página principal